AVALIAR: ATO TECIDO PELAS IMPRECISÕES DO COTIDIANO – Maria Teresa Esteban

Com o passar dos anos testemunhamos as sucessões governamentais – e os consequentes redirecionamentos das políticas públicas -, o advendo de novas teorias pedagógicas e o renascimento de outras tantas mas, duas certezas se fazem sempre presentes: a necessidade de discussão ampla de “avaliação” e “currículo”. Do segundo nos apropriaremos em outro momento mas do primeiro, iremos debater longamente no decorrer deste ano letivo. Neste propósito apresentamos aqui as idéias da Profª Drª. Maria Teresa Esteban,graduada em Pedagogia pela Universidade Federal Fluminense (1983), mestrado em Educação pela Universidade Federal Fluminense (1992) e doutorado em Doutorado Em Filosofía y Ciencias de la Educación pela Universidade de Santiago de Compostela (1997). Atualmente professora associada da Universidade Federal Fluminense. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Avaliação da Aprendizagem, atuando principalmente nos seguintes temas: avaliação, cotidiano escolar, classes populares, heterogeneidade e processo dialógico.

Introdução
Reconstruir a cultura escolar sobre o processo de avaliação a fim de inverter seu sentido, de modo que de produtor de fracasso se torne articulador do sucesso escolar das crianças das classes populares tem sido um desafio que assumo como fio condutor da minha pesquisa..

veja mais… 168.96.200.17/ar/libros/anped/0611T.PDF

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: