Iº SEMINÁRIO EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA: INOVAÇÃO NA EDUCAÇÃO NO CONTEXTO DE UM COMPUTADOR POR ALUNO – Fred Fernandes

A Prefeitura Municipal de Piraí, através de sua Secretaria de Educação e do Projeto Piraí Digital em parceria com o Ministério da Educação e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), promoveu em 16 e 17 de setembro passados o I Seminário de Educação e Tecnologia: Inovação na Educação no Contexto de Um Computador por Aluno, evento realizado no CIEP Profª Margarida Thompson.

O evento objetivou reunir pesquisadores de renome oriundos de diversas universidades e centros de pesquisa do Rio de Janeiro e de outros estados, promovendo a socialização das práticas já implementadas em nosso município e apontando nas subsequentes discussões os caminhos das mesmas no âmbito da Tecnologia Educacional.

Nestes dois dias tivemos a oportunidade de assistir diversas palestras de profissionais como a Secretária de Educação de Piraí, Ângela Fajardo Reis; o Secretário de Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro e coordenador-geral do Projeto Piraí Digital, professor Franklin Dias Coelho; Secretário de Educação à Distância do MEC (Ministério da Educação), professor Carlos Bielschowsk; além de professores de várias faculdades federais do país.

A iniciativa é mais do que bem vinda, em particular por estarmos muito perto da resolução dos problemas de infraestrutura que tanto nos tem incomodado desde a chegada dios classmates em nossas unidades escolares, perspectiva esta anunciada no seminário. Com o aumento da capacidade do link e a definitiva instalação dos armários para o carregamento dos classmates podemos esperar para o ano vindouro avanços significativos no ensino aprendizado de nossos alunos. Todavia, para que tais previsões se confirmem é necessário que todos busquem o entendimento das complexidades filosóficas do uso das novas tecnologias na educação.

Embora seja um instrumento fabuloso devido a sua grande capacidade de armazenamento de dados, a facilidade na sua manipulação e não se possa ignorar que os classmates foram projetados com fins pedagógicos, é importante que se lance sobre o mesmos um olhar crítico e se busque, face às teorias e práticas pedagógicas, o seu bom uso enquanto recurso. Os mesmos só serão uma excelente ferramenta, se houver a consciência de que possibilitarão mais rapidamente o acesso ao conhecimento e não, somente, utilizados como uma máquina de escrever, de entretenimento, de armazenagem de dados. Urge usá-los como tecnologia a favor de uma educação mais dinâmica, como auxiliadora de professores e alunos, para uma aprendizagem mais consistente, não perdendo de vista que o computador deve ter um uso adequado e significativo, pois Informática Educativa nada tem a ver com aulas de computação.

É sabido também que muitos de nossos professores ainda resistem ao uso das novas tecnologias, alguns movidos por ignorância e medo, outros por pura teimosia, embora as capacitações no CEDERJ e nas unidades escolares venham contribuindo para diminuir e erradicar tais números. Aliado a isto, os problemas de infra-estrutura já citados com certeza contribuiram para refrear o ânimo de muitos profissionais que acreditavam no uso dos classmates como importante ferramental do processo educativo.

Nesse sentido, o papel do orientador pedagógico se faz mais necessário e relevante enquanto sujeito de ações que viabilizem a formação continuada dos docentes, promovendo estudos e reflexões que viabilizem a otimização do processo ensino-aprendizagem de nossos alunos. Cabe-nos, indubitavelmente, a responsabilidade de incentivar e promover a busca de nossos docentes por um re-planejamento de suas áreas, através de discussões, da troca de experiências, de sugestões, enfim, que venham a contribuir para a quebra de antigos paradigmas e para a construção de um novo paradigma educacional, voltado para o uso das Tics, não mais como uma ideia de futuro mas antes como a necessária construção de um presente já real.

Urge portanto que neste fim de ano letivo consigamos – junto aos coordenadores de área, nos casos em que os há – auxiliar os docentes na reconstrução de seus planejamentos para o ano letivo de 2011. Não é demais lembrar que a cidade de Piraí é pioneira no uso de novas tecnologias e que o prêmio Top Seven Intelligent Communities (as sete cidades mais inteligentes do mundo), ganho em 2005, aumenta nossa responsabilidade para com nossos alunos, professores e sociedade em geral. E se conseguirmos iniciar o ano vindouro livres das amarras ocasionadas por problemas de infra-estrutura, nada se interporá entre nós e os objetivos traçados. E não creio que em caso de fracasso, algum diretor, orientador, coordenador, professor, enfim, algum de nossos pares goste da idéia de ser lembrado como aquele que trabalhou em Piraí, naquele momento especial – onde o mundo nos observava com inveja – e, mesmo diante de toda a tecnologia e ferramentas disponíveis, não conseguiu dar continuidade ao trabalho iniciado em 2007.

Bibliografia:

DERTOUZOS, Michael. O que será. Como o novo mundo da informação transformará
nossas vidas. São Paulo: Companhia das Letras, 1998.

GATES, Bill. A estrada do futuro. São Paulo: Companhia das Letras, 1995. GILDER,
George. Vida após a televisão; vencendo na revolução digital. Rio de Janeiro: Ediouro,
1996.
LÉVY, Pierre. As tecnologias da inteligência; o futuro do pensamento na era da
informática. Rio de Janeiro: Ed 34, 1993.

___________. A inteligência coletiva; por uma antropologia do ciberespaço. São Paulo:
Loyola, 1998.

PAPERT, Seymour. A máquina das crianças: repensando a escola na era da informática.
Porto Alegre: Artes Médicas, 1994.

Fred Fernandes

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: